sábado, 20 de fevereiro de 2010

Respiron

Faço Respiron 3x ao dia, 30 respiradas divididas em 6 etapas. O objetivo é evitar atelectasia pulmonar, que é o colapso de parte ou de todo pulmão, decorrente da cirurgia.

O Respiron serve para:

Para prevenção e tratamento de atelectasias pós-operatórias.
Para prevenção de infecções pulmonares em idosos, acamados ou em outras situações segundo orientação especializadas.
Incentiva a inspiração profunda.
Expande os alvéolos pulmonares
Exercita os músculos respiratórios.
Auxilia a prevenção de doenças bronco-pulmonares


As complicações pulmonares são frequentes em pacientes submetidos à cirurgias de qualquer natureza, atingindo principalmente aqueles mais sensíveis ou forçados a permanência prolongada no leito. São também responsáveis por significativo aumento do tempo de hospitalização, o que, além de elevar consideravelmente o custo do tratamento, aumenta o risco de contaminação hospitalar.

Entre as complicações pulmonares mais frequentes estão as atelectasias, isto é, áreas pulmonares não ventiladas. Além da oxigenação deficiente causada pela hipoventilação, as atelectasias facilitam a instalação de infecções pulmonares.

Estas complicações pulmonares não afetam somente pacientes submetidos à cirurgias; pessoas idosas, acamadas ou impedidas de se movimentarem normalmente, integram um grupo de alto risco pois geralmente inspiram em haustos curtos e pouco profundos.

O Respiron é um aparelho de baixo custo (o meu custou R$18,00), de fácil utilização e de eficácia comprovada. Em casos de cirurgia, inclusive, recomenda-se que o paciente leve o aparelho ao deixar o hospital para prosseguir em casa com os exercícios respiratórios, no meu caso vou usar por 3 meses.

Nenhum comentário: