domingo, 7 de março de 2010

Como tenho comido

No momento, estou comendo bem pouco por causa da cirurgia, mas é impressionante como mesmo assim eu acabo trapaceando. Como uma vez em que ao invés de comer 2 colheres de sopa de carne moída, eu comi 4, de pé em frente à panela, com intervalinhos, depois de almoçar minha colher de arroz com carne moída. Fome? Não, foi só porq a carne moída estava gostosa e desceu sem fazer peso. Graças a Deus não passei mal.

Ou quando fiz uma farra alimentar comendo cinco torradinhas de canapé (Visconti, são ótimas)com requeijão direto do pote (esse deveria ser meu café (3), mas eu comi no jantar)

Graças a Deus, tenho conseguido levar bem o almoço porque faço fora de casa e já levo no potinho. O jantar eu devo comer com um espaço de 1 uma hora, mas como tenho percebido q aguento, às vezes como tudo de uma vez só.

Já tive 2 sessões de dumping, ficar tão cheia q tive de vomitar, mas eu tento evitar ao máximo. O problema é que ás vezes eu quero comer o potinho (100ml) de comida todo. Agora, qdo fico satisfeita eu jogo fora mesmo. Também vivo com sede, mas tento beber de 50 ml em 50 ml de 30 em 30 minutos, mas outro dia bebi meio copo de uma vez só e tive de vomitar.

Fiquei meio triste porq estava abstinente de farinha já há um mês - graças a Deus e ao CCA - mas tive de voltar a comer pão e macarrão por indicacão da nutricionista. É bem pouquinho, 1 c.sopa, 3 torradas, mas no caso do pão ela não me deu substitutos.

A cirurgia foi uma das melhores coisas q ja fiz na minha vida, não me arrependo e estou tentando seguir à risca, mas acho q estou um pouco desidratada. De 15 em 15 dias faço exames desangue e me consulto com a nutri. Quando a ver de novo, vou perguntar, ou ao Dr. Rogério.

Hoje acordei ãs 3h30 mesmo tomando 0,5 de riivotril. Vou ter que esperar a consulta com a Ana para ver, ou talvez ligue para ela porque está ficando insustentável dormir tão pouco. Sem contar q isso pode interferir no meu emagrecimento...hehehe

Um comentário:

Vivi disse...

É isso aí Alê, muita força, quero te ver magérrima como nos velhos tempos!

Te amooo muitooo,

Sua irmã preferida,

Viviane